Bebê com síndrome rara tem atendimento negado pela Prefeitura de Ponta Grossa

Bebê com síndrome rara tem atendimento negado pela Prefeitura de Ponta Grossa

Profissionais de UBS negam liberação de transporte para tratamento

Carlos Ozório 27.01.2022 12h16

Uma mãe desesperada na procura para atendimento médico ao seu filho, teve seu pedido negado por profissionais de saúde da UBS da Santa Paula em Ponta Grossa.

A criança de apenas dois anos sofre de uma rara síndrome, conhecida como Síndrome de Lowe. O bebê Nicolas Ryan faz o uso de sonda para alimentação, porém o mesmo está há seis dias sem a sonda. A mãe Evanilda Rodrigues busca pelo transporte sanitário da Prefeitura de Ponta Grossa para que o bebê receba atendimento médico e volte a se alimentar com uma nova sonda.

Com os pedidos de transporte negados pelos profissionais de saúde, Evanilda procurou o Portal BnT Online para relatar o problema e tentar uma solução imediata.

“Meu filho não pode ficar sem a sonda, porque é por ela que ele se alimenta. Eles se recusaram a marcar a ambulância para meu filho, apenas no Hospital de Clínicas que colocam essa sonda. No sábado  chegaram a marcar o transporte para terça-feira, mas a ambulância não veio buscar meu filho”.

Após tantos dias sem a sonda de alimentação, o pequeno Nicolas começa a perder peso pela falta de nutrientes. A mãe voltou a procurar atendimento pela UBS, mas foi informada que o funcionário responsável pelo agendamento do transporte sanitário não teria comparecido ao local de trabalhado e a equipe não poderia resolver o problema.

“Então eles recusaram de marcar a ambulância para meu filho, liguei novamente no posto e eles me falaram que a mulher não foi trabalhar na terça e que eles não poderiam me ajudar. Ele não se alimenta direito e está perdendo peso, pela sonda ele toma o leite que pela boca ele recusa, eu preciso levar ele urgente”.

O Portal BnT Online procurou ouvir a Prefeitura de Ponta Grossa através da Fundação Municipal de Saúde, porém até o fechamento da reportagem não recebemos retorno.

 

Bebê com síndrome rara tem atendimento negado pela Prefeitura de Ponta Grossa

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DE NOTÍCIAS NO WHATSAPP

Deixe seu comentário